Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

31
Mar 09

Ao reflectir um pouco sobre o post de há pouco, e depois de ler a letra de uma das minhas músicas favoritas, apercebi-me de que, como em quase tudo na minha vida, quero o "amor" para ontem. Não dá. Tem de se deixar crescer, regar, podar de vez em quando, adubar...

 

Dar tempo ao tempo...

 

Talvez seja esse o "segredo"...

 

 

publicado por Trintona(inha) às 20:32
sinto-me: Mais animada!
música: Vambora - Adriana Calcanhoto

O que é o amor, aos 30 anos?

 

É o coração a bater mais rápido quando pensamos "naquela" pessoa?

 

É querer adormecer, acordar, comer, viver ao lado dela?

 

É querer partilhar uma casa, uma vida?

 

É sentir vontade de voar sobre um oceano, se preciso for, para ir ter com ela?

 

É querer ter filhos com ela?

 

Porque se é isto, não amo há quase 10 anos. Mas estou em crer que, aos 30 anos, amar já não é  isto. Não me sinto hoje capaz de descrever o que acredito ser... Se é que o consigo fazer... Mas gostava que me dessem a vossa opinião...

 

 

publicado por Trintona(inha) às 18:13
sinto-me: Xôxa
música: Pink - So what

27
Mar 09

 

Hoje partilho uma dica com mães de crianças pré-adolescentes.

 

Mães de todos os estados civis. Solteiras, separadas, divorciadas, viúvas, casadas, juntas. Porque uma das frases que os que convivem comigo mais ouvem é "Lá por olhar para a ementa não quer dizer que vá jantar".

 

Os nossos filhos, é sabido, de uma forma geral, não partilham connosco suficiente tempo de qualidade. Nós temos pouco tempo, todas sabemos disso. Mas meia-hora por dia, ou dia-sim-dia-não, pode parecer pouco, mas aos nossos filhos soará melhor do que um brinquedo novo. E, como mulheres que somos, sabemos bem onde podemos "roubar" essa meia-hora. Deixemos os lençóis por passar, ou passemos no super antes e compremos uma pizza (que é, sim senhor, uma comida saudável, desde que não seja todos os dias e tenha vegetais, como cogumelos, por exemplo).

 

Uma das actividades que proponho, e daí a parte inicial do post, é ver "desenhos animados" com a criançada. Mas não uns "desenhos animados" quaisquer, aos quais assitiremos, na maior parte das vezes, em suplício completo. São uns em particular: Vila Moleza, mais propriamente Sportacus. Bom para os miúdos, óptimo para nós. Antes, só na RTP2, agora também no Panda.

 

 

Ah! Válida também, penso eu, para pais bi ou homossexuais.

 

publicado por Trintona(inha) às 19:18
tags:

21
Mar 09

 

Muitas vezes me interrogo em que é que as novas tecnologias vieram mudar as relações humanas, mais propriamente a comunicação entre eles.

 

Não me interpretem mal, sou fã incondicional do MSN, do Hi5, das SMS, do próprio telemóvel... mas creio que estas novas formas de comunicação vieram alterar e muito a forma como as pessoas assumem a comunicação olho-no-olho.

 

Quantas vezes não temos um assunto difícil de abordar, não conseguimos fazê-lo cara-a-cara e esperamos ou provocamos uma "comunicação" à distância para o fazer?

 

Quantas pessoas perderam já a capacidade de manter uma conversa sobre os seus próprios sentimentos? E estas próximas gerações, chamemos-lhe "Geração Magalhães"... que "nasceram" já com a capacidade maravilhosa de manusear um telemóvel ou um portátil mais habilmente do que pessoas que nasceram o século passado?

 

Penso que esta questão não traz benefícios a ninguém de forma individual, nem a nós, como sociedade. Não fomenta a frontalidade, nem a sinceridade, nem a coragem de falar sobre assuntos incómodos para nós ou que sabemos causar sofrimento no outro.

 

Gostava de ler algo sobre isto, mas não sei o que existe. Acho que vou fazer uma pesquisa.

 

Beijo!

publicado por Trintona(inha) às 16:23
sinto-me: Inquisidora!
música: Pink - So what

13
Mar 09

 

 

Idade: 32

 

Signo: Virgem

 

Aniversário: em Agosto

 

Namoras: Isso ainda existe?

 

Com quem ias para uma ilha deserta: Hum... Algum homem inteligente, bom conversador, simpático, que fique bem despido, que saiba nadar, pescar e fazer uma fogueira para comermos peixinho grelhado!

 

O que levarias para uma ilha deserta: Bom, partindo do pressuposto que a comida estaria assegurada... Talvez uns livros, um leitor de MP3 com pilhas para 3 anos...

 

O que mais gostas em ti: O meu intelecto?!

 

O que mais detestas em ti: A minha barriga

 

Cor favorita: Lilás

 

Peça de roupa favorita: Jeans justos

 

Desporto favorito: Yoga & Natação

 

Musica favorita: Bom, eu tenho músicas-fetiche, conforme vou colocando nos posts... Por enquanto continua a ser SuperHuman do Chris Brown

 

Idolos: Acho que não tenho

 

Clube: simpatizante apenas... Benfica

 

Sonho: Ver os meus filhos adultos felizes e realizados

 

Hobbies: Gosto de jardinar mas não tenho jardim...

 

Fumas: Népia... nem tabaco nem nada mais...

 

Bebes: bom, depende do quê e com quem... Meia garrafa de vinho verde, serve? ;)

 

Tipo de Beijo que gostas mais: qualquer beijo é bom...

 

Maior Fantasia: Uiiiii... São tantas que não sei se consigo eleger uma só...

 

Conheces todas as formas de sexo?: Espero que não! Era triste, aos 32 anos já conhecer tudo o que há para conhecer!

 

És virgem?: Sou. E aproveito este espaço para dizer, em nome de todos os Virgens, que a piadinha do "x filhos e Virgem, não acredito..." está para lá de gasta!!!

 

Com quem gostarias de ter uma relação: O mesmo homem que levaria para a ilha deserta ;)

 

 

Agora, como diz a Marta, que assuma o "desafio" quem tiver vontade!!!

 

Beijos!

 

publicado por Trintona(inha) às 18:26

12
Mar 09

 

Está quase a chegar, na minha vida, uma data memorável: um ano de liberdade.

 

Um ano de chegar a casa e não me sentir oprimida. De não me sentir enganada. De não sentir que todos os meus esforços não são quer notados.

 

Um ano de me sentir apreciada, não depreciada... Observada, não transparente... Ouvida, não ignorada...

 

De uma das primeiras vezes que entrei em casa depois dessa data surpreendi-me a mim própria a experienciar aquela situação de me sentir "com menos 10 kg em cima dos ombros"...

 

Neste ano tanto vi os olhos de cachorrinho abandonado como recebi mensagens de agradecimento pela minha atitude (como se eu não tivesse tido "ajuda" a tomar a decisão)... A instabilidade sempre foi um ponto forte seu...

 

Tenho algumas ideias de como posso celebrar este dia... algumas meio doidas... Mas ainda não decidi...

 

 

Não costumo colocar letras, mas esta música há-de ser sempre a banda sonora deste capítulo...

 

How about a round of applause
Standing' ovation

You look so dumb right now
Standing' outside my house
Trying' to apologize
You're so ugly when you cry
Please, just cut it out

And don't tell me you're sorry 'cause you're not
Baby when I know you're only sorry you got caught

But you put on quite a show
Really had me going
But now it's time to go
Curtain's finally closing
That was quite a show
Very entertaining'
But it's over now (but it's over now)
Go on and take a bow

Grab your clothes and get gone (get gone)
You better hurry up before the sprinklers come on
Talking' about, girl, I love you, you're the one
This just looks like a re-run
Please, what else is on (oh)

Oh, and the award for the best liar goes to you
For making me believe that you could be faithful to me
Let's hear your speech out

But it's over now...

publicado por Trintona(inha) às 22:35
sinto-me: Excelente!!!
música: His song: Take a bow - Rihanna

11
Mar 09

Hoje tenho mais uma dúvida existencial e muito pouco tempo para escrever. Por isso, aqui vai:

 

Porque será que as pessoas só dão valor ao que tinham depois de "o/a/os/as" perder?

 

 

publicado por Trintona(inha) às 01:10
sinto-me: Mais uma vez, inquisidora!
música: Superhuman - Chris Brown

06
Mar 09

 

Em conversa com um amigo, surgiu a questão dos homens que têm um comportamento inadequado face à sua situação "matrimonial".

 

Quer seja sair com amigos e regressar já quase de manhã, quer situações que envolvam, nos seus vários espectros, outras mulheres. Uma primeira vez, pode acontecer a qualquer um. Sou a primeira a dizê-lo. Acontecer uma primeira vez e sentir a consciência pesada, creio que será uma situação normal e até compreensível.

 

O que eu não entendo, e conheço várias personagens assim, é porque é que as pessoas o fazem vezes sem conta, se de cada vez que sentem que erraram, ou melhor, podiam ter uma atitude mais correcta, pensam em mil formas de não serem apanhados e depois voltam a reincidir uma vez, e mais outra... às vezes até serem efectivamente apanhados.

 

Burrice?

 

Falta de consciência?

 

Apetência pelo risco?

 

Falta de noção das consequências dos seus actos?

 

Relação prazer/risco demasiado elevada?

 

Penso que, de uma forma geral, cada sexo terá a sua opinião. De uma forma particular, haverão pessoas que sabem bem do que falo e que terão noções bem mais especificas e certeiras do que as minhas. Eram essas que eu gostava de conhecer...

 

Beijos!

publicado por Trintona(inha) às 19:49
sinto-me: Inquisidora!
música: É isso aí - Ana Carolina e Seu Jorge

05
Mar 09

Fiquei aborrecida sobre o rumo que tomou este blog nos últimos dias. Para ser sincera, deixou-me com pouca vontade de escrever.

 

Mas como tudo na vida tem as suas fases, espero que esta seja só mais uma e que eu consiga pôr "uma pedra sobre o assunto".

 

Apenas como "esclarecimento", quando eu mencionei "escarrapachar" a experiência, não me referia, obviamente, aos pormenores explícitos sobre os actos em si. Referia-me, isso sim, ao desabafo de que a experiência teria ocorrido e se foi bom ou mau, se ela era o que eu esperava ou não. Sei que é um fetiche de uma esmagadora maioria dos homens, observar duas mulheres "a fazer amor", ou chamem-lhe o que quiserem. Mas, believe it or not, esta minha vontade nada tem a ver com os vossos desejos voyeuristas ou de mènage à trois. Seria ou será, por mim, apenas uma coisa entre eu e ela. Nada mais.

 

Até à próxima, se a houver.

 

Beijos

T

publicado por Trintona(inha) às 13:58
sinto-me: Triste...
música: Hoje ainda menos!

04
Mar 09

 

E porque o blog não é uma democracia, foi assim que acabei com o Direito de Livre Expressão.

publicado por Trintona(inha) às 12:38
sinto-me:
música: Nada hoje

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
28

29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO