Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

30
Jun 10

 

Ao fim de tantos dias de conflitos académicos, institucionais e de hierarquias, entro no carro bem mais tranquila.

 

O dia hoje correu bem: percebi que em termos de saúde estou em muito boas mãos, tomei conhecimento que vou ter uma semana de férias pedida, concedida mas inesperada, o ambiente melhorou e só faltam 7 horas de puro sacrifício.

 

Entrei no carro então, pus música, um CD que tinha no leitor, e não me agradam algumas das músicas. Ponho então numa das minhas rádios de eleição, a RFM, e ouço Olavo Bilac, numa música que não reconheço. Imediatamente pensei que há coisas engraçadas. É a última música que enviaste, há semanas, e que eu ainda não tinha conseguido ouvir... Antes de eu cortar todas as amarras que prendiam o teu barco ao meu cais. Ou vice-versa. Perco-me na melodia, oiço a letra de uma forma desprendida... e surpreendo-me a mim própria com um sorriso e um pensamento: "Talvez a tua passagem na minha vida me faça sentido finalmente... vieste mostrar-me, numa altura em que eu não sentia nenhuma esperança no amor, que existem realmente almas gémeas". E, tal como agora, que vivo despreocupadamente a minha liberdade afectiva e amorosa, que, talvez, aquele que merece o meu amor incondicional, ande por aí, à espera que a vida cruze os nossos caminhos. Que a vida nos esteja a amadurecer a ambos para, finalmente, sermos felizes, juntos.

 

E eis que, quando acaba a última música que enviaste para mim, que quiseste partilhar comigo, começa a passar, na mesma rádio, a última que eu te apresentei. A última que diz, como todas as palavras, a nossa última interacção:

 

"It's a quarter after one, I'm all alone

and I need you now
Said I wouldn't call but I lost all control

and I need you now
And I don't know how I can do without
I just need you now"

publicado por Trintona(inha) às 18:00
sinto-me: Tranquila
música: Lady Antebellum - Need You Now / Santos & Pecadores - Tela
tags: ,

28
Jun 10

 

Quando vejo alguém que tenta lixar com "f" maiúsculo todas as pessoas que a rodeiam, juro, o meu primeiro impulso é passar-me da cabeça.

 

Mas depois tento lembrar-me do quão pobre tem de ser a vida dessa criatura, o quão infeliz ela tem de ser, o quão pequenina ela se deve sentir para se comportar assim...

 

Não é fácil, juro que não é fácil!!!

publicado por Trintona(inha) às 18:27
sinto-me: Danada da vida
música: Black Eyed Peas - Meet Me Halfway

21
Jun 10
Fui fraca... fui fraca e, mais uma vez, abri-te as portas do meu coração. Sim, aquelas que nunca cheguei a fechar, que estavam entreabertas... E nem era bem à espera que quisesses voltar, porque isso tu querias há muito tempo. Mas não da forma como eu te queria de volta.
Fraquejei... e abri-tas.
Tu disseste que sim.
Tive um dia de cão... de cadela... que fêmea continuo a ser...
E tu dizes, à hora marcada: "Não posso"
Acabou. Chega. Apaguei tudo o que restava de ti. Tudo o que consigo apagar, que o que sinto por ti está magoado mas não consigo apagar. Não consigo apagar as memórias de tudo o que me fizeste viver. Nem o que de mal me fizeste. Mas apaguei. Sei que ainda nem sabes desta minha resolução (e rezo com todas as minhas forças para que seja definitiva, que não seja só mais uma).
Mas já não aguento mais.
Talvez seja isto que eu precisava. Assim espero.
Uma nova música para este momento toca completamente ao calhas... Será apenas mais uma para a lista...
publicado por Trintona(inha) às 23:41
sinto-me:
música: JOHN MAYER - ALL WE EVER DO IS SAY GOODBYE
tags:

 

 

"Said I wouldn't call but I lost all control and I need you now"

 

 

 

 

Para quê lutar semanas a fio contra algo que se sabe que se vai fazer?

 

:-S

publicado por Trintona(inha) às 17:29
sinto-me:
música: Lady Antebellum - Need You Now
tags:

20
Jun 10

 

Entrei ontem num dos dois cafés onde não preciso de dizer que o abatanado é com adoçante, quando, por acaso e alguma melancolia, olho para a proprietária/funcionária e penso "Será que ela é mais feliz que eu?"

 

Ela que, aparentemente, não pára cinco minutos para pensar se está feliz com os filhos que tem, com a mulher que é, com a sabedoria que possui, com a ocupação laboral que escolheu... Já para não falar do marido. Fisicamente indescritível, é daqueles que, ainda por cima, precisava de usar um babete - e isto com toda e qualquer mulher que se lhe atravesse no caminho. Estou a pensar precisamente nele, eis que ele entra também, trazendo um punhado de flores silvestres. Chega-se a ela e ela escorraça-o literalmente, refilando sobre o facto de serem flores silvestres, que, vim a saber momentos depois, foi ela que pediu que ele fosse apanhar...

 

Tenho confiança suficiente com todos para falar, e sorrindo digo-lhe que devemos ser gratas pelo que temos... e a primeira coisa que ela fez foi afastá-lo veementemente...

 

Ela ri-se, desculpa-se dizendo que não viu lá uma determinada flor que ela gosta... enfim...

 

Se ela é mais feliz, não sei. Mas que a vida dela deve ser bem mais simples... Creio que sim.

publicado por Trintona(inha) às 11:44
sinto-me: Estranha
música: Lady Antebellum - Need You Now

19
Jun 10
Mais grave do que chorar de cada vez que oiço esta música,
que optei por ainda não ter no meu leitor,
é calcular que a vou ouvir milhentas vezes este Verão...

:-S


Picture perfect memories,
Scattered all around the floor.
Reaching for the phone cause, I can't fight it any more.
And I wonder if I ever cross your mind.
For me it happens all the time.

It's a quarter after one, I'm all alone and I need you now.
Said I wouldn't call  but I lost all control and I need you now.
And I don't know how I can do without, I just need you now.

Another shot of whiskey, can't stop looking at the door.
Wishing you'd come sweeping in the way you did before.
And I wonder if I ever cross your mind.
For me it happens all the time.

It's a quarter after one, I'm a little drunk,
And I need you now.
Said I wouldn't call but I lost all control and I need you now.
And I don't know how I can do without, I just need you now.

Yes I'd rather hurt than feel nothing at all.
It's a quarter after one, I'm all alone and I need you now.
And I said I wouldn't call but I'm a little drunk and I need you now.
And I don't know how I can do without, I just need you now.
I just need you now.
Oh baby I need you now.
publicado por Trintona(inha) às 18:36
sinto-me: Assim-Assim
música: Lady Antebellum - Need You Now
tags:

18
Jun 10

 

Obrigada ao Batráquio pelo destaque...

 

A todos: responderei a todos os comments mas amanhã, hoje é "Girls Night Out" e já só tenho uma hora para tomar banho, vestir, pentear, maquilhar... Não vai ser fácil, mas estamos mesmo a precisar!!!

 

:-)

publicado por Trintona(inha) às 18:15

 

publicado por Trintona(inha) às 10:08

16
Jun 10

 

Ladies and Gentlemen, this is Mambo Number 5

 


One, two, three, four, five
Everybody in the car, so come on
Let's ride to the liqueur-store around the corner
The boys say they want some gin and juice
But I really don't wanna
Beerbust like I had last week
I must stay deep
Because talk is cheap
I like Angela, Pamela, Sandra and Rita
And as I continue you know
They are getting sweeter
So what can I do I really beg and you my Lord
To me flirting it's just like sport, anything fly
It's all good let me dump it
Please set in the trumpet

Chorus:
A little bit of Monica in my life
A little bit of Erica by my side
A little bit of Rita is all I need
A little bit of Tina is what I see
A little bit of Sandra in the sun
A little bit of Mary all night long
A little bit of Jessica here I am
A little bit of you makes me your man

And jump and down go and move it all around
Shake your head to the sound
Put your hand on the ground
Take one step left
And one step right
One to the front and one to the side
Clap your hands once
And clap your hands twice
And if it looks like this
Then you are doing it right


I do all
To fall in love with a girl like you
You can't run and you can't hide
You and my gonna touch and sky

 

 

 

O que proponho hoje é um exercício. Imaginem esta música em português, mas cantada por uma mulher. E em vez de Monica, Erica, Rita, Tina, Sandra, Mary e Jessica, a cantora ia dizendo "Manuel, João, António, Joaquim, Xavier, José, Pedro... Para mim, flirtar é um desporto, tudo marcha?!" E agora imaginem-na a passar numa rádio tipo RR, ou TSF... Quantas chamadas por hora acham que eles iam ter a seguir a cada passagem da música? Não somos uma sociedade machista? Ah, pois não... que ideia!

publicado por Trintona(inha) às 00:19
sinto-me: +/-

13
Jun 10

 

Apercebi-me há uns dias que tenho uma hipótese rara, penso eu, para a maioria das pessoas. Tenho a oportunidade de ter os melhores três homens do meu passado na minha cama. Ou noutro sítio qualquer. E dois deles ao mesmo tempo, creio eu, se assim o desejar.

 

Ao mesmo tempo que o meu ego se enche com o facto que agora percepciono, penso em quantos outros do meu passado estariam dispostos a passar por esse lugar outra vez... Mas será isto benéfico para mim? Não sei, tenho dúvidas. Até que ponto é bom para mim reviver o passado? Até que ponto devo acreditar que esta "possibilidade" passa realmente pelas minhas características?

 

 

Ah, e o SATC2... fabuloso... ;-)

publicado por Trintona(inha) às 21:38
sinto-me: Fabulosa...
música: Alicia Keys - Empire State of Mind

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
17

22
23
24
25
26

27
29


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

47 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO