Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

05
Jun 09

 

E pronto, ao fim de umas semanas (as minhas desculpas a quem isso possa ter afectado :) cá estou eu outra vez a escrever mais umas bacoradas...

 

Hoje foi um daqueles dias em que vários motivos para escrever um post se me atravessaram à frente, mas escolhi um dos que ainda me lembro.

 

Ao folhear uma brochura, encontrei um nome de uma amiga, que conheci ainda solteira. O namorado foi viver com ela, decidiram mudar de casa, casaram, tiveram um filho, baptizaram o filho. Ironia do destino, ligou-me há minutos a convidar para uma festa. Mas, voltando ao meu "motivo", foi a surpresa com que dei por mim a achar um gesto de amor encontrar a designá-la, 3 nomes. O dela, o de família e o do marido. E digo surpresa porque passei uma vida inteira a achar que era uma estupidez adoptar o nome do marido. E, mea culpa, a achar uns bananas os homens que adoptam os nomes delas.

 

Como sempre, escrever sobre o que sinto ou penso, é uma catarse para o meu cérebro. Só agora reparei que, nas últimas semanas, acho que o marido dela é extremamente parecido com alguém que me diz muito. Talvez se deva a este facto estes meus inovadores sentimentos. Ou não.

publicado por Trintona(inha) às 20:14
sinto-me: Confusa!
música: Choose Love -Rita RedShoes

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

15
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO