Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

21
Jun 10
Fui fraca... fui fraca e, mais uma vez, abri-te as portas do meu coração. Sim, aquelas que nunca cheguei a fechar, que estavam entreabertas... E nem era bem à espera que quisesses voltar, porque isso tu querias há muito tempo. Mas não da forma como eu te queria de volta.
Fraquejei... e abri-tas.
Tu disseste que sim.
Tive um dia de cão... de cadela... que fêmea continuo a ser...
E tu dizes, à hora marcada: "Não posso"
Acabou. Chega. Apaguei tudo o que restava de ti. Tudo o que consigo apagar, que o que sinto por ti está magoado mas não consigo apagar. Não consigo apagar as memórias de tudo o que me fizeste viver. Nem o que de mal me fizeste. Mas apaguei. Sei que ainda nem sabes desta minha resolução (e rezo com todas as minhas forças para que seja definitiva, que não seja só mais uma).
Mas já não aguento mais.
Talvez seja isto que eu precisava. Assim espero.
Uma nova música para este momento toca completamente ao calhas... Será apenas mais uma para a lista...
publicado por Trintona(inha) às 23:41
sinto-me:
música: JOHN MAYER - ALL WE EVER DO IS SAY GOODBYE
tags:

8 comentários:
a sua resolução não vai ser definitiva...
asimplesvidadejoaorapaz a 22 de Junho de 2010 às 02:46


E porque não, João "Simples"?

Olha que começou ontem à noite... e vai continuar sim!

Isto é mta tristeza.

quando melhorares conta mais das tuas histórias, sao mt engraçadas :)
A a 22 de Junho de 2010 às 13:39

Olá "A"

Melhor já estou, hoje vai é faltar tempo... E tens um tema sobre o qual queres que eu conte uma história "das minhas"?

olá :)
Bem costumam dizer que quem canta seus males espanta, então agarrando nisso, e não quero pedir que repitas nenhum artigo publicado pq sinceramente não li todos os teus posts do blog. Mas por exemplo...Agarrando na palavra cantar, podemos pensar em concertos, não tens nenhuma historia picante que tenhas vivido num festival? Eu posso dar 3 exemplos de amigos que me contaram o que se passou, e que infelizmente nunca tive oportunindade para tal:)
1o- Um amigo meu na queima das fitas de Coimbra no fim de todas as músicas, sentou-se num muro com uma menina que estava mt cansada, e portanto deitou a cabeça dela sobre o colo dele, ta visto o que se passou a seguir...
2o- Um outro amigo meu tinha uma namorada, e não aguentou a "pressao" e tb numa queima das fitas foi para trás de umas barracas fazer o que tinha de ser feito.
3o- Num concerto do Jorge Palma uma ex minha com o namorado da altura tb nao aguentaram a pressao e foram pra dentro daqueles WC portateis minusculos fazer o que tinham a fazer enquanto ouviam algumas músicas :p

Eu tenho estas historias e gosto de partilha-las pq nao sou nenhum museu para guardar as coisas a 7 chaves haha

Bjokas**
A a 23 de Junho de 2010 às 08:37


Olá A

Quanto ao "pedido", vou pensar nisso.

Quanto ao tu gostares de partilhar as tuas histórias... porque é que o link com que assinas os comentários vai parar à página do Hooters e não a um blog teu?

T

eu acho que não porque as nossas certezas racionais fácilmente são abaladas pelas nossas esperanças emocionais...
asimplesvidadejoaorapaz a 25 de Junho de 2010 às 18:10


Cada dia que passa creio mais em mim própria. Deixou de ser uma questão de esperança, mas uma questão de amor-próprio. E de felicidade também. Não me sentia assim tão leve há mais de um ano...

:-)

T

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
17

22
23
24
25
26

27
29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

47 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO