Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

30
Ago 11

 

Tenho um ex que vacila entre uma relação civilizada e um rol de "insultos". Tudo relacionado com a forma como ele "me" sustenta, porque a juíza concordou com o valor que eu sugeri e não com o dele. Gostava um dia que ele me explicasse como é que ele propunha que eu criasse os meninos com aquele valor, participação dele. Mas adiante. As PSP, as Wii, o smart phone e o Dodge Journey são muito mais importantes que os filhos.

 

Tenho uma actual-do-ex que acha que o banho diário é imprescindível, lavar os dentes não. Vestir roupas lavadas todos os dias (incluindo calças de ganga, Deus a livre de usar umas calças de ganga duas vezes sem lavar!) mas comer fruta ou sopa pode ser só nos dias especiais. Leia-se Natal e aniversários. Ah, não, espera, isso é dia de doces. Ah, ok, não faz mal. Não comem.

 

Tenho encarado estas pequenas questões pensando que é o meu castigo em ter escolhido este homem para pai dos meus filhos. O problema é que os meus filhos também sofrem com esta minha escolha...

 

Mas ontem pensei numa nova forma de encarar esta questão. Uma forma de não ficar com o dia estragado quando recebo um SMS, um mail ou uma chamada com conversa completamente desnecessária sobre as minhas finanças, a minha capacidade maternal ou as minhas escolhas: eles só me tentam atingir porque sentem alguma coisa em relação a mim. Se sentissem a mesma indiferença que eu sinto em relação a eles, nem se lembravam que eu existo e não sentiam necessidade de me atingir. Inveja? Talvez... Dizem que dói...

 

publicado por Trintona(inha) às 10:18

11 comentários:
quem não te inveja sou eu... Deste lado vem mais admiração por suportares isso tudo de ânimo leve.
Meio Palmo a 30 de Agosto de 2011 às 14:43

Às vezes é duro... Mas é como me costumam dizer: sou dura na queda!

:-*

That's the spirit!! ;)
Meio Palmo a 1 de Setembro de 2011 às 16:28

;-)
Trintona(inha) a 1 de Setembro de 2011 às 16:30

Acima de tudo, tens que ter muito cuidado com a linha. Sim, com a linha.

Afinal, segundo a sabedoria popular:
- O que não mata, engorda.
- O que não te mata, torna-te mais "forte".

Muito cuidadinho, ok!?

Em última análise, eles também conhecem estes ditados e andam a tentar desmoralizar-te psicológicamente, tentando fazer com que percas o bom aspecto.
Miguel a 1 de Setembro de 2011 às 09:19

E olha que, às vezes, quaseeeeeeeeeeee conseguem!

FDP!

;-)
Trintona(inha) a 1 de Setembro de 2011 às 16:03

Na verdade, com tanta mulher boazona a circular por aí, não percebo como tanto homem "cola" a uma mulher e não descola. Talvez tenhas razão, só pode ser por inveja e a inveja é phodida...
Lynce a 1 de Setembro de 2011 às 22:29

Às vezes é preciso que a mulher use uma espátula... acaba por descolar!
Trintona(inha) a 11 de Setembro de 2011 às 04:29

Olá, vim aqui parar através do blog a Maria João. Parabéns pela escrita e pelas temáticas.
Acho que, se não te importares, irei comentando aqui e ali... :)

F.
Francisco a 13 de Setembro de 2011 às 16:47

Olá F!

Sê muito bem-vindo, comenta à vontade... é para isso que os bloggers o são, não é, para partilhar opiniões?

:-*
Trintona(inha) a 13 de Setembro de 2011 às 17:48

São e é. :)

F.
Francisco a 14 de Setembro de 2011 às 11:23

Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

47 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO