Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

28
Nov 11

 

A actual-do-ex já é passado...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ah, e se abrirem a música abaixo, usem phones. Depois não digam que não avisei... 

publicado por Trintona(inha) às 22:54
música: Pacman (Da Weasel) - O Princípio de uma Boa Queca

30
Ago 11

 

Tenho um ex que vacila entre uma relação civilizada e um rol de "insultos". Tudo relacionado com a forma como ele "me" sustenta, porque a juíza concordou com o valor que eu sugeri e não com o dele. Gostava um dia que ele me explicasse como é que ele propunha que eu criasse os meninos com aquele valor, participação dele. Mas adiante. As PSP, as Wii, o smart phone e o Dodge Journey são muito mais importantes que os filhos.

 

Tenho uma actual-do-ex que acha que o banho diário é imprescindível, lavar os dentes não. Vestir roupas lavadas todos os dias (incluindo calças de ganga, Deus a livre de usar umas calças de ganga duas vezes sem lavar!) mas comer fruta ou sopa pode ser só nos dias especiais. Leia-se Natal e aniversários. Ah, não, espera, isso é dia de doces. Ah, ok, não faz mal. Não comem.

 

Tenho encarado estas pequenas questões pensando que é o meu castigo em ter escolhido este homem para pai dos meus filhos. O problema é que os meus filhos também sofrem com esta minha escolha...

 

Mas ontem pensei numa nova forma de encarar esta questão. Uma forma de não ficar com o dia estragado quando recebo um SMS, um mail ou uma chamada com conversa completamente desnecessária sobre as minhas finanças, a minha capacidade maternal ou as minhas escolhas: eles só me tentam atingir porque sentem alguma coisa em relação a mim. Se sentissem a mesma indiferença que eu sinto em relação a eles, nem se lembravam que eu existo e não sentiam necessidade de me atingir. Inveja? Talvez... Dizem que dói...

 

publicado por Trintona(inha) às 10:18

29
Abr 11

 

Não há nada que levante mais a moral a uma mulher que apenas se vestiu para levar os filhos à escola do que passar inadvertidamente em frente a uma instalação de Gás Natural num prédio e ouvir proferir a frase:

 

"Sabem como é que se diz na minha terra? PÁRA A OBRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA"

 

Isto quatro vezes. Com o volume em crescente.

 

 

 

 

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh!!! Já me esquecia!!! E passar pela rua do ex, ver a actual-do-ex de trás e ver que o rabo dela dá dois do meu, logo eu que tenho mais dez centímetros de altura que ela? Priceless!!!!

 

 

publicado por Trintona(inha) às 10:16
sinto-me: 5*
música: Ke$ha - Blow

17
Fev 09

 

Quando disse que se ia iniciar um novo ciclo na minha vida não estava a brincar. Como sempre, parece que tudo à minha volta mudou. Deixei de saber o que quero para ficar só a saber o que não quero. Como diz o outro, parecendo que não... faz diferença...

 

A actual-do-ex foi com os porcos, como era de esperar. A atitude que se seguiu era também mais ou menos prevista, excepto com a descontracção e celeridade evidenciada... Quando põe em causa os valores transmitidos aos meus filhos, fico preocupada, pois fico...

 

Já aceitei mais ou menos pacificamente o facto de não conseguir ter amigos homens sem sentir deles um interesse puramente inocente. Não sei se é bom para os envolvidos, quer eles, quer eu, mas revela talvez uma faceta minha de maior aceitação pelas diferenças das pessoas...

 

No trabalho as coisas também estão um pouco diferentes. O acontecimento da semana passada trouxe-me a vontade de voltar, mais uma vez, a estudar. Não para progredir na carreira, mas pelo puro prazer de aprender a fazer (ainda) melhor. Não se pode é dizer isto, senão leva-se um rótulo em nada agradável.

 

Agora uso óculos. :-p Só para esforço visual, mas a ver se as dores de cabeça se somem...

 

Quanto ao que não quero... Um dia destes surpreendi-me a mim própria a desejar a voltar a ter uma família não-monoparental. Mas com um homem carinhoso, atento, apaixonado, interessado, interessante, participativo... Enfim, tudo o que não tive. O que é novidade para mim é o desejo em si. Voltar a viver com alguém é coisa que eu ando há um ano a dizer que não quero. E, sem qualidade, prefiro não ter. Pensando bem, as hipóteses de ter alguém assim são tão remotas...

 

Por outro lado, e ao contrário do que já tive vontade, sexo só pelo sexo também não me interessa agora. Talvez mude amanhã ou ainda hoje mesmo, mas penso que é uma coisa que só me vai atrapalhar. Já me conheço um pouco e sei que não consigo esticar muito a corda, mas quero tentar a abordagem oposta à que tenho usado... Será que consigo? :-S

publicado por Trintona(inha) às 23:34
sinto-me: Bem!
música: Missing - Evanescence

31
Jul 08

 

No último post esqueci-me de mencionar uma das razões para o sentimento de felicidade. A compra de uns sapatos, lindíssimos... Adoro sapatos, adorava ser rica para ter um armário lindo, enorme, só para sapatos (teria e faria mais coisas, claro! viajar, por exemplo)... Estes são mais sandálias, douradas, com flores cravadas de brilhantes, com saltos altos, finos, vertiginosos... Pena que não são para todos os dias...
Tenho que continuar este post pedindo desculpa por não ter ainda respondido aos comentários, vou fazê-lo, se não hoje, nos próximos dias...
Hoje vi o Labrador, troquei umas palavras com ele. Como só o vou ver daqui a um mês ou mais, tenho que pôr este pensamento na prateleira. Entretanto, surgiu uma nova espécie. É muito cedo para dizer se é mais um rafeiro (para os menos atentos ou novos no blog, explico: rafeiro é o que ladra, ladra... mas não morde... aquela mordida gostosa, como dizem os brasileiros...). Teve a paciência para esperar uns bons 10 minutos, até eu sair do café onde já nos encontrámos por várias vezes... para depois me deixar passar na passadeira... Deve ser mais novo que eu, tem uma cara giríssima, é pena não ter mais uns 10cm, mas também, não se pode ter tudo, não é? Tem um ar inteligente, mas há quem engane, e muito... Também depende para que é que o quero, não é? E eu ainda não sei bem o que quero... Penso muito nisso mas ainda não sei bem... Bom, mas de qualquer forma algo me diz que isto ainda vai dar pano para mangas... Vou dar-lhe uma alcunha... será um... Cocker... lol
O meu ex mandou-me uma mensagem que mostra a sua maturidade... A agradecer por eu ter acabado porque agora está feliz... Será que ele pensa que isso me afecta?! Ai, como o rapaz está enganado... Quanto melhor ele estiver mais equilibrado será, para ser o melhor pai que possa para os meus filhos... E eu quero que eles tenham uma boa relação, a melhor possível...
O mês está a acabar, ou seja, vou ter 1024MB novinhos em folha para gastar... ;-)
Este fim-de-semana queria ir ao cinema. Mas sozinha. O que não quer dizer que não vá duas vezes... O fim-de-semana é grande... Há sexta, há sábado, há domingo... E há sempre muitos filmes para ver! ;-)
Entretanto, já estou em contagem decrescente para a 2ª fase das férias... Já só falta um mês...
Hoje, ao falar com uma amiga, voltei a pôr em dúvida o que quero para mim na minha vida amorosa/sexual nos próximos tempos. Sexo ocasional, com o mesmo ou vários, é fácil. Talvez demasiado fácil para mim, que gosto mais das coisas quando são difíceis. Continuo firme na opinião de que, seja para o que for, não quero um fulano que seja casado ou que viva com alguém. Por vários motivos isso pode correr mal e não é de todo o que eu quero para mim. Seja para o que for. Há claro, uma excepção. Que é o «meu» Labrador. Mas adiante.
Dado que recebi um feed-back acerca do blog onde me diziam que serve o propósito de dar a conhecer melhor o pensamento das mulheres... Posso aqui tentar explicar os motivos que me levam a fazer a afirmação anterior... Primeiro: um homem comprometido (chamemos-lhes assim, mas pode ler-se alguém que seja casado, viva com ou tenha casamento marcado) não vai poder dar-me o que eu quero, nos momentos que eu quero/posso. Mesmo que seja só sexo. Depois, há a questão do que ambos queremos. No início podemos ter tudo muito bem definido... mas se eu ou ele quisermos mais? Se ele estiver disposto a deixar a família, por exemplo? Na afirmação de que não quero viver com ninguém nos próximos... digamos... 10 anos, estou firme. Para sempre? Não sei. Neste momento não lhe vejo vantagens. Só desvantagens. Deixar uma família... e depois, se eu me farto dele? São questões que já surgiram com alguém com quem nunca troquei sequer um beijo...
Quando me separei, inicialmente imaginei que agora já não me importaria essa questão. Mas continua a importar. Talvez porque não consigo deixar de sentir empatia com a pobre que está lá em casa, a cuidar dos miúdos, dele, sem saber de nada... Ou talvez não. Mas não quero saber. Se desconfia e não investiga ainda tenho mais pena. Dos dois. Porque vivem uma mentira, provavelmente em nome de questões materiais, de aparências ou de pressões familiares...
De uma coisa tenho a certeza. Não quero ser a que tem de ficar calada quando o telemóvel toca. A que fica sozinha o resto da noite, porque ele vai para casa. A que o vê à sexta e só o volta a ver na segunda porque ele vai passar o fim-de-semana com a família. A que não pode usar baton, perfume ou brilhantes para a titular não perceber. O que se aprende quando se é precisamente a titular...

E claro, ocorre-me sempre: será que eu não mereço mais?! Claro que sim. Modéstia à parte. Sei que sim. Não vale a pena esplanar as minhas razões, mas sei que sim. Mereço pelo menos uma pessoa honesta. Porque, isso a vida já me ensinou, vejo pelas costas dos outros o que se passa nas minhas.

 

Beijos

Trintinha 

publicado por Trintona(inha) às 21:55
sinto-me: Bem
música: Encosta-te a mim - Jorge Palma

28
Jul 08

Bom... Hoje é segunda-feira e acordei com um sorriso na cara. Não, não houve sexo no fim-de-semana. Nem só de peixe vive o homem... Claro que se tivesse havido, do bom, com quem eu mais desejo neste momento... uau... mas não. Não houve. Mas analisemos o porquê deste dia tão lindo...

 

Sexta-feira levei os miúdos a uma exposição de arte, coisa que não é muito habitual na nossa família, mas que tem que começar a ser. Quero que os miúdos sejam expostos a várias influências e esta é uma delas. Eles gostaram, eu também e portaram-se muito bem, ao contrário do que eu esperava...

 

O sábado começou mal. Ia conhecer a actual namorada do meu ex. Devo confessar que estava um pouco nervosa... Quando realmente a conheci ficou o gostinho doce na boca... Não é mais nova, não é mais bonita, não é mais magra, não é mais alta... Se, como ele próprio disse, vai ter uma namorada mais bonita que eu (será que é isto que é realmente importante?!), vai ter que continuar à procura. Porque esta não é, com certeza.

 

Depois, uma festa... Infantil, mas aproveita-se e dá-se dois dedos de conversa com as amigas, o que sabe sempre bem... E ser o centro das atenções (masculinas) sabe sempre bem... ;-)

 

No domingo, um dos meus programas matinais favoritos... banho-de-lojas... Há tanto tempo que não tinha isto... Sozinha! Que delícia... Pena o saldo não permitir extravagâncias... Mas deu para comprar umas coisinhas... No meu shopping favorito...

 

À tarde, cinema... O filme não seria a minha escolha número um, mas perante os filmes disponíveis naquelas salas e os que eu ainda não vi... :-) Pois é, tenho ido um bocado ao cinema... Uma companhia bem agradável... Boa conversa, despretencioso, simpático, terra-a-terra... Muito bom.

 

E depois, o regresso dos meus filhos... Amo-os, mas qualquer mãe a tempo inteiro sabe que podem cansar muito... Um dia inteiro sem eles permite-nos cuidar um pouco da nossa cabeça e depois, ter disponibilidade redobrada para eles...

 

No meu trabalho descobri recentemente um novo filão. Não colegas, mas os que recorrem aos nossos serviços. E são vários os interessantes... E os do comércio vizinho também prometem...

 

O Labrador continua a fazer parte apenas do meu imaginário... O vintinho continua disponível para quando eu puder/quiser... Isto é muito bom...

 

E já só faltam 3 dias para eu voltar a ter MB de consumo mais à vontade! ;-D

 

Beijos!

Trintinha

 

publicado por Trintona(inha) às 22:02
sinto-me: Muito bem...
música: The Story-Brandie Carlile (música fetiche, cada vez mais...)

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO