Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

17
Mai 10

 

Não deve ser novidade de que sou uma mulher prática e despachada. Não deve ser novidade também que conheço o meu quinhão de brinquedos sexuais, muito embora goste de aprender e esteja sempre disposta a experimentar coisas novas. Mas uma inquietação que me assola há algum tempo (e que, por favor, se alguém sabe para que serve, me ponha a par!) é porque é que os vibradores têm comando à distância.

 

Responde-me uma amiga: "Para o marido estar no trabalho e controlar a vibração à distância"

 

Vejo duas falhas nesta explicação. 1º - Os comandos têm um alcance limitado. 2º - Não daria jeito nenhum estar a trabalhar com um vibrador dentro de mim e que começasse a trabalhar assim, do pé para a mão... Ou da mão do meu "marido" para a minha va-ja-ja (como diz a Oprah)...

 

A segunda inquietação tem a ver com um relato que me foi feito este fim-de-semana, em jeito de confissão, a propósito de gostar de dar prazer a uma mulher: "Algumas têm um sabor avinagrado" :-P

 

Sério?! Esta nunca tinha ouvido falar. Deve ser horrível... Alguém também acha que isto é verdade?

 

 

publicado por Trintona(inha) às 12:38

16
Jul 08

 

Depois de ler um dos destaques do Sapo de hoje, o do fã do Zezé Camarinha, fiquei inspirada para escrever sobre sexo. Para começo de conversa, eu não sei muito bem quem o senhor é. Ok, é um homem, do Algarve, cota, pelo que me lembro, que papava as «cámones». Até aí, acho óptimo. Elas vêm a Portugal, e se procuram sexo, que alguém lhes dê, de preferência, do bom. Agora, pelo que pouco que entendo do assunto, parece-me que ele, os seus fãs e outros que tratam as mulheres do mesmo modo, tratam-nos como vacas no matadouro, apenas um número a elevar. Ok. Estão no seu direito. Mas estão à espera que gostemos de ser assim tratadas? I think not!

 

Vendo a coisa por outro prisma, para uma mulher seria facílimo fazer isso. Arrisco-me a dizer que, se eu ou uma mulher equivalente a mim (significa isto apenas que tenha a mesma experiência que eu tenho com os homens em geral, o como eles respondem a uma «proposta» -  e não precisa ser explícita...) teria a proporção ao contrário. Este fã diz que, se investir em 100 mulheres, consegue 10. Eu tenho dúvidas que, se eu tentasse 100 homens, 10 recusariam... Mas adiante.

 

O que é que faz de uma experiência uma boa ou má queca... Isto é post para várias horas...

 

1º. O homem em si. Isto pondo de parte as minhas tendências bissexuais, que acho que já esclareci na minha cabeça que homossexual restrita muito dificilmente serei alguma vez. Ok. Tem que ser alguém sexualmente atraente. Não querendo cair no óbvio, alguém bonito, alto, inteligente, com algum status (desculpem a sinceridade), com mais de 20 mas menos de 45 (poderiam haver excepções, mas convém não aparentar, pelo menos, mais de 45), cheirosinho...

 

2º. O sítio. Se o sítio proposto é a minha casa, é sinal que o moço não possui cantinho próprio. Como já expliquei anteriormente, é um ponto a menos. Ou mais. Depende, talvez, da idade do jovem em questão.

 

3º. Como começamos. O ambiente, se foi criado pelo jovem, e é o adequado... são vários pontos a mais... Velas, música ambiente adequada, umas flores na casa... E se cozinha para mim... ui... Nem que seja só um bife e uma salada... É  intenção que conta, não a refeição em si... certo?

 

4º. Se demonstra que está interessado em que eu goste mesmo do momento ou se só pensa no próprio umbigo... Tal como é válido para nós, se gostamos de algo é natural que o outro goste de receber do mesmo... estou a pensar em sexo oral, mas o mesmo é válido para uma massagem, para uma roupa interior interessante...

 

5º. Ter preservativos. Volto a dizer que não há volta a dar neste assunto. Se não os tem, é mau sinal...

 

6º. Ter uma atitude cool. Não sei como pôr isto de outra forma. É não sugerir, como se estivesse a falar com a mulher da praça, o que se gostaria de obter. É não perguntar no final se se gostou. É talvez, de preferência com conhecimento de causa, que se é bom, que não é preciso perguntar. É sinal de que nos fizeram gritat tanto de prazer que não é preciso perguntar...

 

7º. A atitude que se adopta depois. Não mostrar descaradamente que nos querem ver pelas costas... Também não gosto de melgas, mas acho que há quem goste. Não gosto de dormir abraçada, por exemplo, mas tenho noção de que há quem goste...

 

8º. Quanto ao telefonar ou entrar em contacto depois, isso depende. Já aqui referi uma vez que, se o objectivo foi só mesmo aquela noite, tá optimo. Se não... depos digo-vos... ;-)

 

9º. Se tiver uns brinquedos sexuais interessantes... Marca mais uns pontos no quadro... ;-)

 

A ver vamos se amanhã escrevo um post na posse de um determinado número de telemóvel... Ou seja, com um sorriso de orelha a orelha...

 

Beijos

Trintinha

 

 

 

publicado por Trintona(inha) às 18:59
sinto-me: Esperançada!
música: Ronan Keating Feat Yusuf Islam - Father And Son

26
Jun 08

Hoje apetece-me escrever sobre sexo...

 

Já que não tenho, penso e escrevo sobre ele.

 

Mas que fique claro desde cedo que não tenho porque os possíveis parceiros não me agradam... Quem me manda a mim ser exigente? E isto, como dizem por aí e com muita razão, o sexo é como o poker... ou se tem um BOM parceiro, ou se tem uma boa mão... Mas quem diz isto também nunca deve ter visitado uma sex-shop... nem on-line... Porque já inventaram há algum tempo uma coisinha muito interessante onde se põe uma ou mais pilhas e só precisamos de uma mãozinha para o manusear (ou nem isso - ai que mázinha)...

 

E tocando o assunto dos objectos sexuais, lembro-me de uma coisa que descobri ontem ou anteontem (são 1:45, o raciocínio não está muito famoso e as contas de já ser quinta-feira e ter sido há 1 ou 2 dias também não interessam nada...) encontrei neste mundo que é a net uma coisa interessantíssima que vai ser o meu presente de aniversário para mim mesma... bolinhas tailandesas... ;-)))))))))) Alguém já usou? E qual foi o resultado? Um dia destes, quando souber fazer isso e tiver tempo, tenho que pôr aqui um inquérito sobre qual o brinquedo sexual mais interessante que já experimentaram... e já agora, ponho um também sobre os sítios mais exóticos onde já fizeram amor/sexo... Que estas coisas do que é habitual fazer-se cá pelo nosso Portugal sempre me interessaram...

 

Bjs

Trintona

 

publicado por Trintona(inha) às 01:18
sinto-me:
música: Fala-me de amor - Santos & Pecadores

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

47 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO