Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

20
Jul 11

 

 

Quando, há provavelmente mais de um ano, fui ver o filme "Comer, orar, amar" ao cinema, com duas amigas, chorei baba e ranho, no final. Claro que não deixei que ninguém visse, e já o voltei a ver depois disso e nada bateu. Hoje voltei a vê-lo, e finalmente percebi porque chorei tanto. Foi a minha história, é a minha história e não sei bem durante quanto tempo mais o vai ser.

 

Uma mulher magoada, uma mulher bem consigo própria mas que, até à data, se tem enganado muito nas suas escolhas, encontra o homem mais improvável e apaixona-se. 

 

Quando ele quer que ela deixe o conforto de se prover a ela própria, que deixe de ser independente, e de voltar a entrar de cabeça numa relação, ela tem medo e foge. Ela sou eu.

 

Quando ela finalmente se apercebe que ele é quem a faz feliz, quem a completa, ela prepara o barco e chama-o. E aí eu choro outra vez, pensando se alguma vez serei eu.

 

 

 

 

 

 

Seguramente, um dos filmes da minha vida.

http://www.youtube.com/watch?v=p9WrXpQT1tg&feature=fvst

publicado por Trintona(inha) às 19:56
sinto-me: Muito bem!

04
Mar 11

 

Perdoem-me se puderem, mas vou seis diazinhos de férias, muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito merecidos...

 

Sol ou chuva, que se lixe a taça, aqui vou euuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

 

 

Divirtam-se, disfarcem-se, curtam a vida, que ela é demasiado curta!!!

publicado por Trintona(inha) às 16:01
sinto-me: Beeeeeeeeeeeeeeeem!!!
música: Telephone - Lady Gaga
tags: , ,

01
Set 10

 

 

Voltei.

 

Energias redobradas, novas experiências...

 

 

Acho que antes de ir adquiri um vício (sushi), ao voltar trago mais um (snorkeling)... :-)

 

Será que ainda vai evoluir para mergulho "a sério"?

 

Vícios saudáveis?

 

 

E continuo de férias até quase ao fim do mês!!!

 

Yupi!!!

publicado por Trintona(inha) às 18:49
tags: ,

24
Ago 10

 

... já se terão passado mais de oito dias!

 

... estarei ainda mais bronzeada!

 

... terei o ok para uma vida completamente normal! (fingers crossed!)

 

... já terei 34 anos :-P

 

... terei conhecido mais um sítio paradisíaco!

 

... estarei revigorada! (será???)

 

 

publicado por Trintona(inha) às 09:21
tags: ,

30
Jun 10

 

Ao fim de tantos dias de conflitos académicos, institucionais e de hierarquias, entro no carro bem mais tranquila.

 

O dia hoje correu bem: percebi que em termos de saúde estou em muito boas mãos, tomei conhecimento que vou ter uma semana de férias pedida, concedida mas inesperada, o ambiente melhorou e só faltam 7 horas de puro sacrifício.

 

Entrei no carro então, pus música, um CD que tinha no leitor, e não me agradam algumas das músicas. Ponho então numa das minhas rádios de eleição, a RFM, e ouço Olavo Bilac, numa música que não reconheço. Imediatamente pensei que há coisas engraçadas. É a última música que enviaste, há semanas, e que eu ainda não tinha conseguido ouvir... Antes de eu cortar todas as amarras que prendiam o teu barco ao meu cais. Ou vice-versa. Perco-me na melodia, oiço a letra de uma forma desprendida... e surpreendo-me a mim própria com um sorriso e um pensamento: "Talvez a tua passagem na minha vida me faça sentido finalmente... vieste mostrar-me, numa altura em que eu não sentia nenhuma esperança no amor, que existem realmente almas gémeas". E, tal como agora, que vivo despreocupadamente a minha liberdade afectiva e amorosa, que, talvez, aquele que merece o meu amor incondicional, ande por aí, à espera que a vida cruze os nossos caminhos. Que a vida nos esteja a amadurecer a ambos para, finalmente, sermos felizes, juntos.

 

E eis que, quando acaba a última música que enviaste para mim, que quiseste partilhar comigo, começa a passar, na mesma rádio, a última que eu te apresentei. A última que diz, como todas as palavras, a nossa última interacção:

 

"It's a quarter after one, I'm all alone

and I need you now
Said I wouldn't call but I lost all control

and I need you now
And I don't know how I can do without
I just need you now"

publicado por Trintona(inha) às 18:00
sinto-me: Tranquila
música: Lady Antebellum - Need You Now / Santos & Pecadores - Tela
tags: ,

13
Jun 10

 

Apercebi-me há uns dias que tenho uma hipótese rara, penso eu, para a maioria das pessoas. Tenho a oportunidade de ter os melhores três homens do meu passado na minha cama. Ou noutro sítio qualquer. E dois deles ao mesmo tempo, creio eu, se assim o desejar.

 

Ao mesmo tempo que o meu ego se enche com o facto que agora percepciono, penso em quantos outros do meu passado estariam dispostos a passar por esse lugar outra vez... Mas será isto benéfico para mim? Não sei, tenho dúvidas. Até que ponto é bom para mim reviver o passado? Até que ponto devo acreditar que esta "possibilidade" passa realmente pelas minhas características?

 

 

Ah, e o SATC2... fabuloso... ;-)

publicado por Trintona(inha) às 21:38
sinto-me: Fabulosa...
música: Alicia Keys - Empire State of Mind

23
Mai 10

Hoje os meus olhos humedeceram-se por duas vezes. Motivos diametralmente opostos.

 

Não acredito em coincidências, por isso, ter passado por "ele" quando bastava ter saído de casa 5 segundos depois para não ver... Tinha de acontecer. Tinha de acontecer hoje. E ainda bem. Pode ser que, agora, finalmente, um ano e três dias depois, o consiga tirar do meu sistema. Vou elaborar uma lista no meu diário de papel para me ajudar, quando ele quiser voltar para mim e eu fraquejar.

 

Numa próxima vida, talvez... Nesta ainda falhámos uns anos e umas ruas, pode ser que numa das próximas acertemos...

 

A segunda vez... Tenho de agradecer. Obrigada, ilustre-giríssimo-desconhecido-ciclista-com-sorriso-que-encandeia-e-fascina, que me arrancaste um sincero sorriso, sem me dizeres uma palavra... e me fizeste sentir nas nuvens. Obrigada... Vou continuar a voltar ao paredão na esperança de te voltar a encontrar. Tenho 33 anos e acho que nunca sorri a um desconhecido... ainda que me tivessem dirigido algumas palavras, que não foi o caso... Mais um momento para recordar ainda que viva 100 anos mais.

publicado por Trintona(inha) às 00:36
sinto-me: Suuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuper
música: Alicia Keys - Pray for Forgiveness

11
Mai 10

 

Voltei a estar sozinha.

 

Não sei se posso chamar-lhe "estar sozinha".

 

Em casa não estou sozinha, estou até bem acompanhada.

 

Emocionalmente não estou sozinha. Alguém me acompanha todos os minutos do meu dia. Acompanha-me sempre que toca uma das nossas (milhentas) músicas no rádio, no meu telemóvel, na televisão, no elevador do Shopping, no leitor de mp3 da colega... enfim. Acompanha-me de cada vez que alguém me pergunta como está a minha vida amorosa e eu me lembro dele. Como não me lembrar...

 

Daqui a poucos dias faz um ano que o conheci. Um ano de dias muito, muito, muito fantásticos. Muitos dos momentos que com ele passei fazem parte do meu Top20. Sim, porque eu também tenho um Top20 de momentos, tal como tenho de músicas. Mas não estou com ele. Por isso lhe chamo "estar sozinha".

 

Sozinha por opção. Sozinha porque não quero fazer parte da vida de ninguém que não ame como o amo a ele. Porque enquanto ele viver no meu peito, não vale a pena tentar amar outra pessoa. Ele é demasiado grande para deixar entrar mais alguém.

 

Não quero estar com mais ninguém e não posso estar com ele. Fico, como eu lhe chamo, em "terra de ninguém". E é aqui que entra uma das minhas frases de vida, esta vinda do Reiki: "Ao menos por hoje, não te preocupes". Porquê preocupar-me hoje com uma coisa que pode resolver-se amanhã? Ou para a semana, ou daqui a um ano?

 

Acredito que as pessoas passam pela vida umas das outras com um propósito. Sei qual é o dele na minha vida. Talvez seja só esse. Se assim o for, aceito com tranquilidade. Se for para algo mais grandioso, aqui estarei também.

publicado por Trintona(inha) às 20:44
sinto-me: :-)
música: Alicia Keys - Love is blind

22
Mar 10

 

Hoje o mundo inteiro tirou senha para me moer o juízo!

 

A excepção foi a existência de quatro pessoas muito especiais na minha vida, e o almoço, a ver o Tejo, em alto astral!!!

 

Obrigada água, obrigada rio, obrigada mar!!!

 

(Na outra vida fui golfinho, é certo!)

 

:-)

 

PS: Isto aqui do batráquio está diferente!

publicado por Trintona(inha) às 23:10
sinto-me: Bah
música: Hoje nada!

20
Mar 10

 

Está a fazer, precisamente por esta hora, dois anos que entrei nesta casa com a sensação notória que tinha menos uns bons kilos em cima dos ombros. Nunca me hei-de esquecer, nem que viva cem anos mais, do momento em que entrei na cozinha, fechei os olhos e pensei "Não mais discussões, não mais desconfianças, não mais guerras, não mais fechar os olhos". E senti-me, novamente, feliz.

 

Têm sido dias conturbados, alguns, mas todos eles de muita independência. Um casamento não é aquilo. Um casamento deve ser partilha, amor, paixão, confiança, apoio, suporte... E recíproco, em tudo...

 

Por isso, acabou.

As comemorações começaram ontem e ainda não acabaram...

 

 

publicado por Trintona(inha) às 16:30
sinto-me: Super!
música: James Morrison - you give me something

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

47 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO