Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

29
Abr 11

 

Não há nada que levante mais a moral a uma mulher que apenas se vestiu para levar os filhos à escola do que passar inadvertidamente em frente a uma instalação de Gás Natural num prédio e ouvir proferir a frase:

 

"Sabem como é que se diz na minha terra? PÁRA A OBRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA"

 

Isto quatro vezes. Com o volume em crescente.

 

 

 

 

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh!!! Já me esquecia!!! E passar pela rua do ex, ver a actual-do-ex de trás e ver que o rabo dela dá dois do meu, logo eu que tenho mais dez centímetros de altura que ela? Priceless!!!!

 

 

publicado por Trintona(inha) às 10:16
sinto-me: 5*
música: Ke$ha - Blow

17
Ago 08

O fim-de-semana prolongado foi óptimo... A costa alentejana ainda é o que era, muito sossego, excelente praia onde se consegue ouvir o mar e não o relato de como foi a semana da família ao nosso lado. A praia, só por si, é lindissíma.

 

Os 3 dias, por outro lado, serviram bem o seu propósito, o de recarregar baterias até às férias. Que começam no meu dia de aniversário, 32 primaveras, no final da semana que vem. Que bom...

 

Ao ler um outro blog, o diário de uma divorciada, veio-me à memória uma das questões mais preementes no meu fim-de-semana... Porque é tão difícil olhar para um homem e pensar «Assim, sim...»

 

Chego a pensar... devo ser eu que sou muito exigente... E estou só a falar da parte física, porque se vamos para a parte do psicológico, do interior... Ai... Mas voltando ao físico... Nos três dias que lá estive, só houve um elemento do sexo oposto que me fez virar a cabeça... Passo a descrever, pois então, que é o protótipo daquilo que eu gosto de olhar...  E claro, se tal me fosse permitido, mais do que olhar...

 

Já aqui disse... alto. É a primeira coisa que me salta ao olhar. Já aprendi a tirar o limite superior da altura... Mas o do inferior ainda não consigo abdicar... Um homem com menos de 1,70 fica da minha altura, porque ando invariavelmente de saltos... E não acho atraente. Pronto. Azar, se calhar meu. Mas não me atrai.

 

Este era moreno, cabelo castanho, olhos escuros também. Normalmente, é este o género que mais me cativa o olhar... Para ser loiro e eu achar giro, tem que ter mesmo uma cara fenomenal... ;-) Olhos verdes, azuis ou cinzas... Não me atrapalha...

 

Vestido com cuidado, apesar de praticante de desportos radicais (vejam lá se eu não tenho olho)... T-shirt preta, calção caqui, botas limpas...

 

Deixo por último a cara. Apesar de parecer ser ordem do dia andar de barba por fazer, este espécimen trazia a cara impecavelmente limpa... sem vestígios de pêlos... E uns traços perfeitos, lindo...

 

E não é que, ao passar por ele no caminho de volta dou com ele a mirar-me prolongadamente?!?! Logo a horas de eu me vir embora?! Não há direito!

 

Mas o busílis da questão é... Tanto homem e só um tinha um exterior que se aproveitasse!? Claro que, se eu estivesse interessada em avaliar o interior... provavelmente teria uma decepção... Onde é que andam os homens giros?!

 

Mas depois penso... Em relação ao grau de exigência... Se eu já nem falo das questões interiores... Estamos a ser exigentes? Não sei. Acho que não. Fico baralhada...

 

Bom, e amanhã começa a penúltima semana laboral, antes de começar uma nova época, com novas rotinas familiares... Grandes revoluções me aguardam...

 

Beijos!

Trintinha

 

 

 

 

publicado por Trintona(inha) às 22:20
sinto-me: Com as baterias no máximo!
música: Meravigliosa creatura - Gianna Nannini

13
Jul 08

Bom, hoje estou nostálgica. Nostálgica porque amanhã começa mais um período de trabalho... Ou seja, para quando alguns começa um período de férias, para mim acaba... Mas estas férias foram muito boas... Pode-se dizer que vejo a vida com outros olhos... Estou (um bocadinho) mais apaixonada por mim... Estou mais ciente das minhas capacidades... quer das exteriores quer das interiores... ;-)

 

Mas amanhã começa um novo período de trabalho. Mas com grandes esperanças que tudo esteja melhorado. Funções um pouquinho diferentes, novo ambiente após a saída de alguns elementos, menos confusão... Menos trabalho? Duvido... Mas com bom ambiente, nem me importo de não almoçar!!!

 

O meu livro vai  meio... Há ali algumas partes de auto-análise em que perdi um pouco  vontade, mas ainda estou motivada...

 

Os meus blogs favoritos não têm posts há «bué»... Fico triste... Onde andam vocês?

 

 Bom, sem querer, publiquei o post incompleto... Se me der a inspiração mais logo, acrescento umas ideias que andam aqui a pedir amadurecimento...

 

Beijos

Trintinha

 

 

 

publicado por Trintona(inha) às 19:31
sinto-me: Expectante... mas o.k.
música: will.i.am - I Got It From My Mama

07
Jul 08

 

Hoje estou num dia... contemplativo? Penso que esta não é a melhor palavra, mas não me ocorre outra...

 

Hoje pensei por várias vezes na questão dos sites de perfis. HI5, Tagged, Netlog, Spaces... etc. Qual é a diferença entre as pessoas que colocam uma foto sua, real... Ou os outros... Os que colocam fotos de outras pessoas famosas (será que há alguém que ache uma foto do Robert de Niro passa como sendo a sua?)... Os que colocam imagens de desenhos animados (por esta perspectiva, uma do Homer Simpson não é muito lisonjeira, mas enfim)... Os que colocam cenas que gostam, tipo aviões, mar, animais... Os que colocam fotos suas de há 500 anos atrás (conheço pessoalmente uma assim, com uma foto de quando pesava uns 45 kilos - agora pesa uns 75)... Ou os que não colocam simplesmente nada.

 

Há que elogiar os que colocam imagens verdadeiras suas. Basta dar uma volta por estes sites que se encontram lá pessoas que sabem não serem... bonitas... Mas que são certamente bonitas por dentro, o suficente para colocaram essas mesmas fotos lá. E não fazerem como outros, que dão a volta ao texto. Será que não ocorre a estas pessoas que, mais tarde ou mais cedo vão ter que mostrar a realidade? Já ouvi falar de pessoas que passam meses neste chove-não-molha da net e que nem têm intenções de passar ao real. Confesso que o «passar ao real» me assusta bastante... Ainda não conheci na vida real ninguém através da net (não digo que não tivesse marcado já um encontro, mas os Rafeiros lisboetas...),  mas as pessoas que não têm imagem real e que eu venho a saber como são nos dias actuais... Ou têm peso a mais, ou são mais velhas... Enfim. Não sei porque é que elas fazem isto, pressupondo que querem algo mais a nível do mundo real.

 

Será que estas almas acham que, marcado um encontro com quem, hipoteticamente, eu nunca vi realmente, mas sim uma imagem de há x anos ou x quilos atrás... Chego lá... Vejo qualquer coisa completamente diferente do que foi «anunciado» e vou pensar o quê? Esta pessoa é mentirosa... Mentiu para atingir fosse qual fosse o objectivo... Ou só sair... ou sexo... tanto faz. A mim, diz-me logo que a pessoa é mentirosa. Estarei errada?

 

Ok. Vou apagar todos os contactos que não têm imagens reais. Já bastam os que têm imagens que parecem o Ewan McGregor... e depois vão-se ver as restantes... e arghh...

 

Já sei que vou ser acusada de ser frívola e fútil. Não quero saber. A imagem é algo importante. Será que é pedir assim tanto um interior interessante com um exterior agradável à vista?!

 

Beijos

 

Trintinha

 

 

 

 

publicado por Trintona(inha) às 22:49
sinto-me: Desiludida
música: Encosta-te a mim - Jorge Palma
tags: ,

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO