Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

03
Dez 09

 

Momento académico de avaliação.

 

Pergunto, legitimamente, uma dúvida sobre uma questão.

 

Ela responde como lhe ocorreu inicialmente.

 

Tenho o cabelo apanhado e estou na mesa da frente, numa ponta.

 

Alguns minutos depois, sinto, para grande surpresa minha, um som, um cheiro, um calor do meu lado direito. Era ELA a falar-me ao ouvido, a fazer-me uma pergunta que me levou à resposta (correcta).

 

Confesso que levei uns segundos até conseguir recompôr-me daquele contacto e ouvir efectivamente o que ela me dizia...

publicado por Trintona(inha) às 22:58
sinto-me: :D
música: Pussycat Dolls - Hush Hush

06
Nov 09

 

Estar numa aula, ouvir a TAL Prof., ver os slides que ela construiu, estar a pensar se são todos à base do lilás e se isso é por mero acaso (para os mais desatentos, é a cor das lésbicas) dizer qualquer coisa não relacionada, obviamente, com isto e ela piscar-me o olho... Como é que se finge naturalidade?!

publicado por Trintona(inha) às 00:32
sinto-me: lol
música: Hoje nada
tags:

23
Out 09

 

É dose receber o convite daquele homem que nos faz vir as lágrimas aos olhos e recusar.

 

É dose ouvir a boazona da turma chamar-nos "babe".

 

É dose passar duas horas a olhar para a Prof., tentar ouvir o que ela está a dizer quando tudo o que se consegue imaginar é o quão explosiva ela deve ser na cama, como é que ela ficará despida e porque é que até nem é uma mulher com uma beleza convencional por aí além mas que me prendeu a atenção desde o primeiro dia.

 

E o duro é fingir indiferença perante tudo isto, dado que as companheiras de caminhada académica não sabem nada destas minhas maluquices...

publicado por Trintona(inha) às 00:22
sinto-me: Tentada!
música: She wolf - Shakira

05
Mar 09

Fiquei aborrecida sobre o rumo que tomou este blog nos últimos dias. Para ser sincera, deixou-me com pouca vontade de escrever.

 

Mas como tudo na vida tem as suas fases, espero que esta seja só mais uma e que eu consiga pôr "uma pedra sobre o assunto".

 

Apenas como "esclarecimento", quando eu mencionei "escarrapachar" a experiência, não me referia, obviamente, aos pormenores explícitos sobre os actos em si. Referia-me, isso sim, ao desabafo de que a experiência teria ocorrido e se foi bom ou mau, se ela era o que eu esperava ou não. Sei que é um fetiche de uma esmagadora maioria dos homens, observar duas mulheres "a fazer amor", ou chamem-lhe o que quiserem. Mas, believe it or not, esta minha vontade nada tem a ver com os vossos desejos voyeuristas ou de mènage à trois. Seria ou será, por mim, apenas uma coisa entre eu e ela. Nada mais.

 

Até à próxima, se a houver.

 

Beijos

T

publicado por Trintona(inha) às 13:58
sinto-me: Triste...
música: Hoje ainda menos!

24
Fev 09

 

E pronto, lá voltei eu às ideias da bissexualidade. Se calhar, é desta que experimento... Se algum dia abrirem este blog e aqui estiver escarrapachado como foi, não se podem queixar...

 

Beijo!

 

 

publicado por Trintona(inha) às 20:36
sinto-me: Para variar... kinky!!!
música: Encosta-te a mim - Jorge Palma

09
Jul 08

 

Hoje estou triste. Triste porque pensava que ia ser hoje que eu ia ter uma conversa mais... íntima... com o Labrador, mas ele não foi trabalhar hoje. Tá mal! Quem autorizou?! Eu não fui de certeza! Até podia não trabalhar mais nenhum dia da semana, mas devia sempre ir às terças e quintas!!! E já agora, aos sábados também :-D...  E dar-me a porra do número de telemóvel, que já usei de todos os recursos mas não consigo obtê-lo. Qualquer dia tenho que o convidar na lata mesmo para um café ou outra bedida qualquer. Ai as coisas porcas que me atravessaram o cérebro neste momento!

 

Ok. Já sei o primeiro e último nome dele, a localidade onde mora, qual é o café perto do trabalho que costuma frequentar, conheço o seu meio de transporte de gingeira... E a última vez que o vi pediu-me uma coisa a nível profissional... Eu aproveitei logo para avançar com os meus interesses, disse-lhe que precisava de uma data de dados dele... E se ele não me der o número de telemóvel, a ver se tenho coragem de lho pedir. Não acredito... Mas tenho esperança! E como diz o Panda do Kung Fu (sim, a minha filha já viu e tive que ouvir a descrição de 4 horas de um filme de 90 minutos...) «Basta acreditar!»

 

E agora vou fechar o Sapo e explorar as minhas tendências lésbicas no Messenger...

 

 

Beijos

Trintinha

publicado por Trintona(inha) às 00:09
sinto-me: Triste mas expectante!
música: Hoje nada...

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO