Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

06
Set 08

Bom, como prometido, aqui vai um post  com as minhas reflexões sobre esta nova e interessantíssima espécie. Muito se passou desde o último... E não é que não tenha tido tempo para escrever... penso que não vou conseguir fazê-lo sem parecer uma adolescente, coisa que não quero que aconteça. Seria um regresso a uma inocência que eu não me quero permitir... Talvez faça mal, mas é difícil pôr de parte um conjunto de medidas de defesa que se assumiram nestes últimos anos...

 

Claro que seria difícil acreditar cegamente em tudo o que me digam neste momento. Mas os alarmes que soavam quando o telemóvel vibra e não é atendido já não tocam. Interpreto isso como uma questão de educação. Estamos ali para estarmos juntos, não para atender chamadas. E uma, de trabalho, foi atendida à minha frente, com a respectiva explicação de inadiabilidade... Eu faria o mesmo, se tal situação surgisse... Recebi uma mensagem e não a fui ver... Temos saído nas mais diversas situações, horários, pelo que o receio de ainda haver uma relação anterior começaram a dissipar-se. Não desapareceram totalmente, mas já não penso nisso...

 

A questão do cozinhar para mim está resolvida... E com sucesso... A minha contribuição foi... apenas de fornecer inspiração... ;-)

 

É uma pessoa completamente diferente de todas as que conheci até hoje. E posso dizer que não foram poucas... Sinto-me cada dia com mais vontade de estar com ele a todas as horas, de partilhar momentos com ele... Voltei a sentir coisas que, até o começar a conhecer melhor, diria ser impossível. Que raio, tenho vontade de o apresentar aos meus filhos!!! Parece-me que a única coisa que ainda não tive vontade foi de morar com ele. Nisso, continuo a não ver vantagem para mim. Posso ter tudo sem ser necessário dividir chatices. Parece-me. Embora tenha que assumir, com humildade, que, em semanas, ele me fez pensar coisas que eu nunca imaginaria enquanto fosse trintona...

 

Que dizer mais? Ah... Posso dizer que, realmente, poder juntar um cérebro interessante com um invólucro tão ou mais interessante é, realmente, delicioso... E não tem qualquer comparação com um vintinho que, inicialmente, até pareceu ter uma conversa agradável... É como comparar um bom vinho tinto com um copo de água... Ambos servem para beber, mas o vinho é... sublime...  ;-)

 

Beijos

Trintinha

 

 

 

 

publicado por Trintona(inha) às 23:45
sinto-me: Nas nuvens...
música: Eternamente Tu - Jorge Palma

30
Ago 08

Uns dias de ausência motivados pelo aniversário. Meu, pois claro.

 

Neste novo ano, espero alcançar a plenitude de quem sabe o que quer da vida, ainda que não tenha alcançado os seus objectivos.

 

Não conheço bem a novela que deve ser a vida da nova Sra. Sarkozy... Mas lia no blog da Sissi uma frase muitíssimo correcta... que é preciso um grande homem para estar tranquilamente ao lado de uma mulher com um passado amoroso/sexual como ela. Não tenho a pretenção de ter tido um décimo da história dela (também não tenho a sua idade, o seu berço, a sua nacionalidade ou a sua profissão), mas concordo a 100%. E acrescento: é preciso um homem muitíssimo seguro de si para estar ao lado (não em cima nem por baixo)  de uma mulher bonita, inteligente, independente, com algum passado amoroso... E para mais, que essa mulher tenha já uma família a quem necessita dar muita atenção, pelo que não sobrará muito tempo para ele... Bom, mas já estou a passar para a minha história pessoal e o meu homem-maravilha... Quanto mais penso nisso mais acho que o Labrador se encaixa nessa categoria... Mas devem ser as saudades a falar, apenas...

 

Despedi-me do vintinho. É bom, foi bom, mas não é aquilo que eu quero, para mim, neste momento. Não sei se quando a vontade apertar se o volto a chamar. Talvez. Mas não me parece. Nem estou no meu melhor, quando estamos juntos, porque falta ali um «je ne sais quois»... Assim não dá tanta vontade. Embora seja óptimo ouvir perguntar se sou ninfomaníaca! :-D

 

É altura de renovação. É altura de decidir bem o que quero, do que preciso, definir estratégias e não perder tempo (que é duplamente precioso para mim) com coisas que não interessam. Sei que ainda estou a dever uma reflexão/post sobre os rafeiros, muito embora não seja uma problemática que me aflija muito neste preciso momento...

 

E vivam as férias quando quase todos já recomeçaram a trabalhar! :-)))

 

Beijos!

 

 

publicado por Trintona(inha) às 15:50
sinto-me: Yupi!
música: Morango do Nordeste - Karametade

12
Ago 08

Hoje recebi uma mensagem que faz pensar um bocado.

 

Uma pessoa que mora do outro lado do planeta, que diz procurar amor on-line.

 

Ok. Ingénua, dirão vocês. Mas talvez não assim tanto.

 

De cada vez que recebo este tipo de mensagens penso "ok, estão à procura de virtual sex". E não digo que este não esteja. Se está, tem uma abordagem muito incomum. Mas presumindo que é sincero no que diz... Vive numa das cidades mais densamente povoadas do mundo e procura o verdadeiro amor na internet?!

 

O que é feito dos bares, das discotecas, dos amigos que apresentam amigos? Procurar sexo até entendo... mas amor? Estaremos assim tão loucos? Moramos num prédio com mais 100 pessoas de quem não sabemos nada... e confessamos a completos estranhos as nossas maiores loucuras... Já para não falar naqueles casos do fulano que teclou tempos infinitos com a mocinha de 18 anos que afinal era um velhote homo de 60...

 

Em relação à minha vida... Rafeiros coleccionam-se... Ou eu os assuto, ou não sei... Labradores... há só um, e não o vejo há duas semanas... Cocker também está de férias... lol... E o meu vintinho... bom, o vintinho voltou à carga, vou tratar do nosso assunto um dia destes... ;-)

 

Estou em countdown para um fim-de-semana prolongado, longe daqui, desta confusão que é Lisboa. Apesar de ser Agosto... parece que este ano a crise afectou muita gente... Sobra para quem fica em Agosto à espera de uma Lisboa vazia...

 

Ah... o blog está quase a atingir as 5000 visitas... :-D

 

Beijos!

 

 

publicado por Trintona(inha) às 23:54
sinto-me: Expectante!
música: I will always love you - Whitney Houston

28
Jul 08

Bom... Hoje é segunda-feira e acordei com um sorriso na cara. Não, não houve sexo no fim-de-semana. Nem só de peixe vive o homem... Claro que se tivesse havido, do bom, com quem eu mais desejo neste momento... uau... mas não. Não houve. Mas analisemos o porquê deste dia tão lindo...

 

Sexta-feira levei os miúdos a uma exposição de arte, coisa que não é muito habitual na nossa família, mas que tem que começar a ser. Quero que os miúdos sejam expostos a várias influências e esta é uma delas. Eles gostaram, eu também e portaram-se muito bem, ao contrário do que eu esperava...

 

O sábado começou mal. Ia conhecer a actual namorada do meu ex. Devo confessar que estava um pouco nervosa... Quando realmente a conheci ficou o gostinho doce na boca... Não é mais nova, não é mais bonita, não é mais magra, não é mais alta... Se, como ele próprio disse, vai ter uma namorada mais bonita que eu (será que é isto que é realmente importante?!), vai ter que continuar à procura. Porque esta não é, com certeza.

 

Depois, uma festa... Infantil, mas aproveita-se e dá-se dois dedos de conversa com as amigas, o que sabe sempre bem... E ser o centro das atenções (masculinas) sabe sempre bem... ;-)

 

No domingo, um dos meus programas matinais favoritos... banho-de-lojas... Há tanto tempo que não tinha isto... Sozinha! Que delícia... Pena o saldo não permitir extravagâncias... Mas deu para comprar umas coisinhas... No meu shopping favorito...

 

À tarde, cinema... O filme não seria a minha escolha número um, mas perante os filmes disponíveis naquelas salas e os que eu ainda não vi... :-) Pois é, tenho ido um bocado ao cinema... Uma companhia bem agradável... Boa conversa, despretencioso, simpático, terra-a-terra... Muito bom.

 

E depois, o regresso dos meus filhos... Amo-os, mas qualquer mãe a tempo inteiro sabe que podem cansar muito... Um dia inteiro sem eles permite-nos cuidar um pouco da nossa cabeça e depois, ter disponibilidade redobrada para eles...

 

No meu trabalho descobri recentemente um novo filão. Não colegas, mas os que recorrem aos nossos serviços. E são vários os interessantes... E os do comércio vizinho também prometem...

 

O Labrador continua a fazer parte apenas do meu imaginário... O vintinho continua disponível para quando eu puder/quiser... Isto é muito bom...

 

E já só faltam 3 dias para eu voltar a ter MB de consumo mais à vontade! ;-D

 

Beijos!

Trintinha

 

publicado por Trintona(inha) às 22:02
sinto-me: Muito bem...
música: The Story-Brandie Carlile (música fetiche, cada vez mais...)

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

47 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO