Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

27
Ago 08

Está a dar na 2 uma série sobre relações, tipo Friends, da qual nem sei o nome, coisa que raramente acontece... Mas irei investigar mais tarde.

 

E isto dá origem a um post na medida em que uma das protagonistas, que está prestes a casar-se, vai a uma vidente, de cartas de Tarot, creio... A terceira carta que lhe sai é Às de Espadas... e ela diz-lhe que isso significa «apenas» a agitação que vai no seu coração... Que se, se vai casar, isso significa deixar de lado a possibilidade de sonhar com outro homem. E tudo na série aceita isto como uma verdade incontestável...

 

Um outro bom exemplo é a história das despedidas de solteiro (a)... Elas fazem uma reunião, onde falam, bebem uns drinks... Eles vão a um clube de strip... E os amigos (por acaso nesta série não) pagam-lhe uma private dance... Na ficção, tudo isto acontece imaculadamente... Os homens têm as amantes/ múltiplas namoradas/ amigas aos magotes, e nada lhes acontece. Ou seja, se são casados são aclamados como grandes machos, as mulheres perdoam quando vêm a saber, e vivem na mesma felizes para sempre.  Onde estão as séries onde as mulheres são infiéis (ok, Desperate Housewifes não conta... não sigo tanto quanto gostaria, mas a única que foi infiel voltou a estar com o marido... que esteve preso... telenovela mexicana)? Onde estão os filmes que mostram um homem que escolheu o caminho de ser desleal e que aceita airosamente as consequências dos seus actos?

 

E a consciência dessas mesmas pessoas... Como fica depois de?

 

Depois desta minha experiência fiquei, necessariamente, mais madura. Ou desesperançada... Penso que andam ambos os sentimentos de mãos dadas... Mas o que quero dizer é que, penso eu, um pouco da culpa de várias questões que vão mal nos nossos dias está na forma um pouco leviana como alguns media tratam as coisas... A história da infidelidade... A adopção... A criminalidade... Que raio... fazem-se filmes sobre roubar x carros em x segundos! A adopção versa normalmente um casal que adopta uma criança e que esta lhes fica grata para o resto da vida... A realidade que eu conheço não tem nada a ver com isto...

 

Se alguém me tivesse avisado de tudo o que eu hoje sei... Não teria escolhido os caminhos que escolhi... Mas depois penso... Que se as mulheres pensassem todas como eu penso agora, a humanidade já estaria extinta há algum tempo! E claro, que se eu soubesse agora o que vou saber daqui a 10 anos, não daria as cabeçadas que sei que vou dar agora, durante os próximos anos... ou toda a minha vida...

 

Bom, mais pensamentos vagos...

 

Beijos!

publicado por Trintona(inha) às 15:51
sinto-me: Expectante!
música: Fácil de entender - The gift

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15
16

18
20
22
23

26
28
29

31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

48 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO