Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

21
Jun 08

 

No decurso de uma conversa com uma amiga, ocorreu-me mais um tema para o blog... Em jeito de conselho mas também de lembrete para mim, para nunca mais cometer este erro.

 

Há pessoas que se habituaram a obter o que querem na vida vitimizando-se. Ora, isto nas relações amorosas também funciona... Pelo menos do lado que eu conheço, o feminino, funciona. O menino chega, diz que foi muito infeliz nas escolhas de vida, que os pais foram maus, as ex-namoradas ou ex-mulheres eram umas megeras... E nós começamos a sentir pena, deixamo-lo aproximar-se porque gostávamos de o poder ajudar... E daí até acharmos que podemos ser nós a fazê-lo feliz é um pulinho...

 

Só que uma relação assente na premissa da pena e de apenas fazermos o outro feliz, na minha opinião, está condenada ao fracasso desde o início...

 

Não pretendo ter a receita para um relacionamento feliz (bem gostava), mas parece-me que este é mesmo um mau ponto de partida... Alguém discorda/concorda?

 

 

Bjs

 

Trintona

 

publicado por Trintona(inha) às 20:56
sinto-me:
música: da weasel - mundos mudos
tags:

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
19
20

22
28

30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO