Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

05
Ago 08

 

Estava a pensar num episódio de hoje à tarde, quando um amigo me disse que estava "mais ou menos"... Eu brinco com a situação, digo que só a morte não tem remédio e que as mulheres não merecem tanto desalento. Nem os homens. Mas penso mesmo assim. Há uma data de frases boas, sabedoria popular, acerca disto: "Há muito peixe no mar", "Os homens são como os comboios, perde-se um, apanha-se outro" e, last but not least, "não há fome que não dê em fartura"...

 

Claro que a vida não é justa, e se, para alguns, a escolha é vasta, outros terão que adequar o seu grau de exigência. Pena é que, na maioria das vezes, (quase) tudo seja julgado pelo seu exterior, quando é o interior que mais interessa.

 

Devia de haver uma base de dados onde se pudesse introduzir um nome e nos dessem a avaliação da pessoa em vários parâmetros. Grau de inteligência de uma forma comum, de inteligência emocional, de egoísmo, de sentido de humor, de meiguice (não me ocorre palavra melhor), de generosidade, de lealdade, de sentido de humor, de maneiras... Sei lá... Tantos parâmetros se podiam pôr... E claro, se pudermos ter um interior belo e um exterior aprazível...

 

Muito exigente? Talvez. Mas acho que o posso ser. Acho que quero qualquer coisa equivalente ao que ofereço. Por isso não acho que seja pedir demais. E tenho tempo para esperar... E isso faz-me lembrar outro pensamento «se ainda não encontraste o homem certo... diverte-te com os errados»!!!

 

Mas, tentando terminar a minha linha de pensamento, dou forças aos outros quando muito boa gente se atiraria para cima da cama a chorar... Mas eu vejo sempre o copo meio cheio e não vejo motivos para me deprimir... Talvez um dia as minhas forças se sumam e alguém me "abata"... Nessa altura espero que algum amigo ofereça um peito e uns braços fortes onde eu possa retemperar forças e sentir finalmente os benefícios de um protector...

 

Para terminar, hoje é que fui mesmo ao cinema. Sozinha. Porque também continuo a pensar que «antes só que mal acompanhada»...

publicado por Trintona(inha) às 22:56
música: Goo Goo Dolls (City Of Angels OST) - Iris
sinto-me: Pensativa...

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15
16

18
20
22
23

26
28
29

31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO