Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

18
Out 08

Ontem, enquanto conduzia, sozinha no carro, surgiu-me mais um tema para reflectir. E por isto, volto a dizer, não se pense que vivo obcecada com este tema, ou que isto acontece repetitivamente na minha vida... São só ideias que gosto de pôr em ordem na minha cabeça, para o que escrever é uma grande ajuda...

 

Sexo demasiado cedo, na minha geração e limítrofes... existe? Quando as pessoas chegam aos 30 anos já têm, na sua maioria, a sua sexualidade bem resolvida. Sabem do que gostam, com que género de pessoas gostam, o que ainda têm para experimentar, se é que

têm... Conhecemos alguém, saímos algumas vezes com essa pessoa... E, num dado momento, há vontade. Somos crescidinhos e partindo do pressuposto que não devemos nada a ninguém... Seguimos para Bingo. E é bom. Porque não?

 

Será que ainda hoje subsiste o pensamento de (e aqui falo só na perspectiva masculina) «Se ela foi para a cama comigo tão rápido... será que vai com todos?». Eu própria não sei responder a essa pergunta. Mas tendencialmente a resposta seria não. O interesse sexual, o porquê que uma outra pessoa nos atrai sexualmente é uma coisa tão delicada, tão dificilmente explicável... Posso dar o meu exemplo. Talvez, algumas vezes na minha vida tenha "deixado" o sexo acontecer demasiado cedo. Talvez algumas vezes isso tenha sido o fim da "relação". Mas, à semelhança do post anterior, isso também permite separar o trigo do joio. Um homem da minha idade tão tacanho que não quer estar comigo porque pode amedrontar-se com o número de parceiros que eu já tive não me interessa. Assim como me estou a marimbar com quantas mulheres o homem com quem estou já teve sexo. Não me interessa. Talvez porque a concorrência, ou o medo das comparações não me preocupa. Será essa a principal preocupação dos que consideram?

 

 

 

 

 

 

 

 

AMOR E SEXO
(Rita Lee / Roberto de Carvalho / Arnaldo Jabor)

 

Amor é um livro - Sexo é esporte
Sexo é escolha - Amor é sorte
Amor é pensamento, teorema
Amor é novela - Sexo é cinema
Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa - Sexo é poesia
O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos

Amor é cristão - Sexo é pagão
Amor é latifúndio - Sexo é invasão
Amor é divino - Sexo é animal
Amor é bossa nova - Sexo é carnaval

Amor é para sempre - Sexo também
Sexo é do bom - Amor é do bem
Amor sem sexo é amizade
Sexo sem amor é vontade
Amor é um - Sexo é dois
Sexo antes - Amor depois
Sexo vem dos outros e vai embora
Amor vem de nós e demora

publicado por Trintona(inha) às 14:20
música: AMOR E SEXO - Rita Lee
sinto-me: Bem

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
14
16

19
21
22
23
24

26
28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO