Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

01
Nov 08

Já por diversas vezes aqui devo ter mencionado que considero «boa» a relação com a minha mãe. Falamos sobre sexo com uma relativa tranquilidade, adquirida durante a minha adolescência, altura em que comecei, por minha iniciativa, a falar de generalidades dentro deste assunto. Há poucos dias, falámos sobre os preservativos com sabores e tive que adiantar a conversa um pouquinho mais do que gostaria... Mas, ontem, tudo passou dos limites...

 

Nós as duas, à mesa, sem os miúdos. Momento raro. Conversa bacana, e surge sei lá de onde, a pergunta dos 5 milhões:

 

«É fácil para uma mulher, ter sexo com um homem sem sentir nada por ele?»

 

Claro que estamos a falar de mim, do meu passado recente. A separação já ultrapassou os seis meses e algumas rotinas se alteraram nas últimas semanas.

 

Não me engasguei com o jantar não sei bem como e tentei responder o mais sinceramente possível... «Depende da mulher, do homem, da situação... E há homens que fazem uma mulher perder a cabeça...» Isto, acompanhado DO sorriso-de-orelha-a-orelha... Não restaram dúvidas sobre se se falava de mim...

 

Esta vai ficar para a (minha) história...

publicado por Trintona(inha) às 19:57
música: Coldplay - Fix you
sinto-me: Na boa!

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
21
22

23
25
26
28
29



subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO