Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

31
Mar 09

Ao reflectir um pouco sobre o post de há pouco, e depois de ler a letra de uma das minhas músicas favoritas, apercebi-me de que, como em quase tudo na minha vida, quero o "amor" para ontem. Não dá. Tem de se deixar crescer, regar, podar de vez em quando, adubar...

 

Dar tempo ao tempo...

 

Talvez seja esse o "segredo"...

 

 

publicado por Trintona(inha) às 20:32
música: Vambora - Adriana Calcanhoto
sinto-me: Mais animada!

O que é o amor, aos 30 anos?

 

É o coração a bater mais rápido quando pensamos "naquela" pessoa?

 

É querer adormecer, acordar, comer, viver ao lado dela?

 

É querer partilhar uma casa, uma vida?

 

É sentir vontade de voar sobre um oceano, se preciso for, para ir ter com ela?

 

É querer ter filhos com ela?

 

Porque se é isto, não amo há quase 10 anos. Mas estou em crer que, aos 30 anos, amar já não é  isto. Não me sinto hoje capaz de descrever o que acredito ser... Se é que o consigo fazer... Mas gostava que me dessem a vossa opinião...

 

 

publicado por Trintona(inha) às 18:13
música: Pink - So what
sinto-me: Xôxa

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
28

29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO