Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

11
Abr 09

 

Os meus amigos sabem que não sou feminista. Nem o oposto. Sou pela verdade, pela justiça. Tanto sou capaz de achar que é capaz de ser chato ser homem por ter de fazer a barba todos os dias, ou ser suposto sacar sempre da carteira para pagar todas as contas, como sou capaz de ficar revoltada e não aceitar pacificamente o vosso "condicionamento genético" de espalhar a sementinha.

 

Mas, em conversa com um deles, nomeadamente sobre sexo (oh, que coisa estranha, eu, a falar sobre sexo!), surgiu-me uma questão. Se um de vós chegar ao pé de um grupo de amigos e contar as duas ou três coisas mais arrojadas que acabou de pôr em prática com determinada mulher, serão uns grandes machos. Invejados, olhados com soberba. Se a gaja for boa e os amigos acharem que não é para o bico deles, diria mesmo elevados à categoria de deuses. Já nem vou tecer considerações sobre o que o grupo dirá da mulher. Da que partilhou os mesmos actos com o referido homem. Talvez vocês me digam como é.

 

Agora, imaginemos a mulher a chegar ao seu grupo de amigas e contar cada detalhe das coisas que ambos fizeram. Coisas assim mesmo kinky, eu diria deliciosas. Será julgada. Rotulada. Olharão de soslaio. Afastarão para sempre namorados e maridos daquela que admite à boca cheia que faz isto ou aquilo na intimidade, com quem de direito. Pensando bem nisso, só tenho uma amiga a quem confessaria, e talvez mesmo assim sob tortura, o que faço ou deixo de fazer.

 

Sou eu que tenho um grupo de amigas muito conservadoras ou o normal é mesmo como a Carrie/Charlotte/Miranda/Samantha? 

publicado por Trintona(inha) às 20:58
música: I don't wanna miss a thing - Aerosmith
sinto-me: Curiosa!
tags:

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO