Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

21
Jun 10
Fui fraca... fui fraca e, mais uma vez, abri-te as portas do meu coração. Sim, aquelas que nunca cheguei a fechar, que estavam entreabertas... E nem era bem à espera que quisesses voltar, porque isso tu querias há muito tempo. Mas não da forma como eu te queria de volta.
Fraquejei... e abri-tas.
Tu disseste que sim.
Tive um dia de cão... de cadela... que fêmea continuo a ser...
E tu dizes, à hora marcada: "Não posso"
Acabou. Chega. Apaguei tudo o que restava de ti. Tudo o que consigo apagar, que o que sinto por ti está magoado mas não consigo apagar. Não consigo apagar as memórias de tudo o que me fizeste viver. Nem o que de mal me fizeste. Mas apaguei. Sei que ainda nem sabes desta minha resolução (e rezo com todas as minhas forças para que seja definitiva, que não seja só mais uma).
Mas já não aguento mais.
Talvez seja isto que eu precisava. Assim espero.
Uma nova música para este momento toca completamente ao calhas... Será apenas mais uma para a lista...
publicado por Trintona(inha) às 23:41
sinto-me:
música: JOHN MAYER - ALL WE EVER DO IS SAY GOODBYE
tags:

 

 

"Said I wouldn't call but I lost all control and I need you now"

 

 

 

 

Para quê lutar semanas a fio contra algo que se sabe que se vai fazer?

 

:-S

publicado por Trintona(inha) às 17:29
sinto-me:
música: Lady Antebellum - Need You Now
tags:

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
17

22
23
24
25
26

27
29


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

48 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO