Considero-me uma trintona média, logo, representativa da Classe... mas posso estar enganada...

14
Jun 11

 

Dando seguimento a um "desafio" feito pelo M, aqui posto algumas frases soltas sobre o que aprendi, cimentei, descobri, quebrei... sei lá... durante estes três anos:

 

 

No amor, vale mesmo tudo.

 

Para poder saber o que é realmente bom, é preciso fazer uma boa prospecção de mercado.

 

Os homens passam, os empregos também, as preocupações vão e vêm, o dinheiro gasta-se... os filhos, esses, são o nosso bem mais precioso e devem ser preservados de todas as outras coisas, essas sim, passageiras.

 

O nosso objectivo neste mundo é sermos felizes. E para se ser feliz, não é preciso ter. É só preciso ser-se feliz com o que se é.

 

O momento certo para uma separação é quando já não estamos zangados com a pessoa de quem nos estamos a separar.

 

Sentirmo-nos "completos" pode ser, é, muito mais do que "ser feliz".

 

Nem sempre aquilo que queremos é o que nos faz melhor. É preciso ter sabedoria para distinguir.

 

Os homens que já comeram 100 mulheres são uns grandes machos. As mulheres que já comeram 10 homens são umas p*****. Não concordo, mas aprendi que a sociedade é mesmo assim. E não me parece que no tempo desta geração isso vá mudar, lamentavelmente...

 

As pessoas não são todas iguais a nós. Nós tendemos a pensar assim porque o nosso cérebro "preenche os vazios". Mas não é verdade. Uns são mais desorganizados, outros mais intuitivos, outros mais exigentes, outros mais desleixados... Cada um tem de ser respeitado (embora às vezes seja difícil!!!)!

 

O sol faz mesmo manchas na pele.

 

Por muito difícil que seja, devemos olhar para as pessoas que destilam ódio, que perseguem os mais fracos, que atacam quem não lhes pode fazer frente: têm a auto-estima a arrastar pelo chão, sentem-se inferiores, são fracas. É preciso obter algum distanciamento e pô-las no devido lugar.

 

Termino com uma das minhas frases-feitas favoritas:

"Portugal tem um problema essencialmente hortícola: excesso de nabos, falta de tomates e muito grelo abandonado".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 E deixo-vos a foto de um bolinho. De aniversário, porque não? Parabéns a todos nós!

publicado por Trintona(inha) às 00:01
sinto-me: On top!
música: Amor Electro - A máquina (acordou)

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
15
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

49 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO